Você conhece o PCI Concursos?

pci concursos

Você que estuda para concursos públicos conhece o site PCI Concursos? Se ainda não conhece deveria conhecer.

Trata-se de um dos maiores portais do país especializado na área de concursos, que oferece conteúdo gratuito e de qualidade. E neste artigo você vai saber como o PCI Concursos pode ser útil na sua preparação.

PCI Concursos: Melhores Ferramentas

Concursos abertos

pci concursos abertos

O site oferece uma lista de concursos públicos com inscrições abertas em todo o país. Você encontra desde concursos nacionais até concursos de prefeituras municipais.

Os concurso são separados por região Sudeste, Sul, Norte, Nordeste e Centro-este. Dentro de cada região também há a separação de concursos por estado.

Nessa página você encontra qual é o órgão que está realizando o concurso, quais são os cargos, qual o salário oferecido e o período de inscrições.

Concursos previstos

No PCI Concursos você também encontra informações sobre editais de concursos que estão próximos de serem publicados.

Provas

Esse é um dos destaques do portal. O PCI Concursos reúne um acervo de milhares de provas anteriores de concursos já realizados.

As provas são separadas por bancas organizadoras, por órgão, por cargo e por ano.

Você tem a opção de visualizar o arquivo PDF dentro do próprio navegador ou fazer o download das provas.

Esse é um recurso muito útil para os candidatos, já que resolver questões de concursos anteriores é umas das formais mais eficientes para fixar a teoria estudada.

Fórum

Fórum PCI Concursos

O Fórum PCI é famoso entre concurseiros. Esse é um espaço em que depois de realizar um cadastro você tem acesso a um fórum de discussão divido em tópicos.

Cada concurso tem seu próprio tópico. Nesse espaço, milhares de concurseiros trocam informações e experiências sobre determinados concursos.

Essa ferramenta é muito útil para tirar dúvidas, trocar experiências e se manter informado sobre determinado concurso.

Aulas gratuitas

Outra ferramenta bastante útil no PCI são as aulas gratuitas. Você encontra vídeo aulas de diversas disciplinas cobradas em concursos, como Português, Informática, Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito do Trabalho, Direito Processual do Trabalho e muitas outras!

Dentro de cada disciplina as aulas são dividas por assunto, o que facilita o aprendizado.

Conclusão

Conforme você pode ver neste artigo, O PCI Concursos traz conteúdo gratuito de qualidade e que pode contribuir diretamente para a sua aprovação.

Portanto, adicione o PCI ao seu favoritos e o visite regularmente. Essa é uma forma de ficar atualizado com as notícias sobre concursos abertos e concursos previstos, além de baixar materiais, assistir aulas e trocar idéias com outros concurseiros.

Como Passar em Concurso Público

Em tempos de crise econômica e desemprego quem não quer a estabilidade de um cargo público com salário garantido no final do mês?

Por esse motivo, milhões de brasileiros têm procurado cada vez mais estudar para passar em um concurso público. Não è atoa que a concorrência só tem aumentado nos últimos anos e chega a centenas de candidatos por vaga.

Assim, por mais que todos os anos sejam abertas milhares de vagas, conseguir um lugar no serviço público está cada vez mais difícil.

E você sabe como passar em concurso? Neste artigo você vai ter acesso a dicas passadas por especialistas que conhecem o caminho para aprovação.

Vamos às dicas!

Como Passar em Concurso: 3 Dicas Infalíveis

dicas como passar em concurso

1 – Tenha foco!

De acordo com os especialistas consultados pelo site, o candidato precisa ter foco. Isso significa que não dá para atirar para todos os lados e fazer diversos concursos com matérias completamente diferentes.

O problema de atirar para todos os lados é que as matérias cobradas no edital são muito diferentes e o candidato não vai consegue ser bom em tudo.

E, para superar a concorrência o candidato vai precisar dominar todas as disciplinas.

Assim, o ideal é escolher uma área e focar nela. Como exemplo, o candidato pode se especializar na área bancária e prestar os concursos do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal.

Como as matérias cobradas nesses concursos são muito parecidas, o candidato estará estudando para as duas provas ao mesmo tempo.

2 – Invista em um bom material

Não tem como passar em concurso sem colocar a mão no bolso e investir em material de qualidade.

Com a concorrência aumentando ano a ano, o candidato não pode estudar por qualquer apostila de qualidade duvidosa que é vendida na banca de revista da esquina.

Também não dá para ser aprovado apenas pegando material gratuito que está disponível na internet. O problema é que esse tipo de material pode conter erros ou estar desatualizado.

E não dá para passar em concurso se errar uma questão na hora da prova por estudar pelo material indevido.

Assim, o candidato deve investir em um material que seja atualizado e que tenha qualidade reconhecida no mercado. Como exemplo, podemos citar o Estratégia Concursos, que oferece cursos online em PDF + Vídeoaulas.

O material do Estratégia Concursos é bom por ser bastante completo e atualizado, além de ser didático e de fácil compreensão. Também traz muitas questões de concurso para o candidato treinar e fixar o conteúdo estudado.

Assista a uma aula do curso:

3 – Tenha persistência!

Ao entrar no mundo dos concursos públicos o candidato precisa ter em mente que é muito comum ser reprovado em diversos concursos antes de conseguir a primeira aprovação.

Com o passar do tempo, caso o candidato seja persistente e continue estudando, vai acumulando bagagem e conhecimento. Até que um dia, quando menos espera, a aprovação chega!

Por isso é que o Willian Douglas, um dos maiores especialistas do país, criou a famosa frase “Concursos não se faz para passar, mas até passar”.

Assim, por mais que reprovações aconteçam, é importante que o candidato não desanime e continue na fila, estudando com afinco e determinação.

Siga sempre em frente e bons estudos!

Como Parar de Fumar

como parar de fumar

Você sofre com o vício do cigarro e não sabe mais o que fazer para conseguir parar de fumar? Eu sei bem o que é isso! Meu nome é Ramón, tenho 42 anos e comecei a fumar aos 12.

Desde então, já são mais de 30 anos como fumante e várias tentativas frustradas de largar o vício. Já tentei parar na força de vontade mas não resistia à crise de abstinência. Acabava voltando a fumar e o vício ficava ainda mais forte.

Também tentei parar com o uso de medicamentos para depressão, ansiedade etc. Só que no meu caso esses medicamentos pareciam não fazer nenhum efeito e a crise de abstinência era a mesma. Assim, eu sofria com os sintomas e logo voltava a fumar.

Problemas com o vício de cigarro

Durante todos esses anos como fumante já passei por vários constrangimentos. No trabalho, tenho que me ausentar praticamente de hora em hora para fumar. E isso já me fez até perder empregos.

Outro problema é o meu cheiro. Sempre voltava para o trabalho depois de fumar um cigarro ouvia diversas reclamações dos colegas. E o pior de tudo é que nem eu sentia meu cheiro.

Já em casa também passei por vários problemas. Sou casado e tenho filhos, e todos deles se tornaram fumantes passivos, que também são atingidos pelos danos causados pelo fumo.

A minha esposa não tolera o meu cheiro de cigarro e o cheiro que fica na casa. Também existe a preocupação com a minha saúde.

Eu pareço ter pelo menos 10 anos a mais do que outros homens da minha idade que não são fumantes.

Os meus dentes já estão danificados e amarelados. A pele parece cinzenta e ressecada.

Também não tenho a mesma energia e disposição de antes. Por sentir falta de ar constante e não ter mais um bom fôlego, acabei abandonando a prática da corrida diária e me tornei sedentário.

Com isso engordei e também me tornei hipertenso.

Mas felizmente consegui me livrar deste vício e não fumo há mais de 10 anos.

Como parei de fumar

como parar de fumar rápido

Depois de várias tentativas frustradas finalmente aprendi como parar de fumar rápido. Tudo isso graças a minha esposa que fez uma pesquisa sobre métodos alternativos parar largar o cigarro.

A saída encontrada foi na reprogramação da mente. Ela descobriu um curso online que ensinava a reprogramar o inconsciente para abandonar o vício de forma definitiva.

Depois que fiz esse curso, passei a controlar meus impulsos e não tive mais recaídas. Eu passei por uma verdadeira reprogramação mental que me fez largar o vício rapidamente.

Além disso, também não tive crises de abstinência durante o processo para largar o vício. Foi tudo feito sem sofrimento e sem a angústia, ao contrário dos métodos anteriores.

Hoje, estou há mais de 10 anos sem fumar e minha saúde e disposição melhoraram efetivamente. Voltei a praticar atividade física e me tornei maratonista.

A minha relação com a esposa melhorou e hoje percebo em outros fumantes o quanto o cheiro é ruim.

Também sinto o gosto dos alimentos e melhorei minha alimentação.

Enfim, quero que você saiba que é possível deixar o cigarro, mesmo depois de várias tentativas frustradas.

Se você quiser saber mais sobre o curso que eu fiz, acesse: http://mudardevidaagora.com/como-parar-de-fumar-rapido/

Como Fazer um TCC em 5 Passos

como fazer um tcc passo a passo

Você sabe como fazer um TCC passo a passo? Está com dificuldades para elaborar o seu Trabalho de Conclusão de Curso? Veja algumas dicas que podem te ajudar.

Todo universitário conta os semestres, os meses, e até os dias para a tão sonhada conclusão da graduação. É uma jornada bem árdua, envolve muito empenho e dedicação.

Muitos daqueles que estão cursando uma faculdade passam pela dificuldade de conciliar trabalho e estudo, assim como vida pessoal e social.

Quando chega o último ano, juntamente com a sensação de vitória e de que o objetivo está sendo cumprido, surge a preocupação com o tão temido TCC.

A maioria dos estudantes, mesmo após anos de preparação acadêmica, ainda tem dificuldades para elaborar um TCC. São vários detalhes e regras que devem ser observados para que o trabalho seja bem feito.

5 passos que ensinam como fazer um TCC

como fazer um tcc

1 – A definição do tema

O primeiro passo para fazer um Trabalho de Conclusão de Curso é definir o tema que será abordado.

Nesse ponto muitos universitários se perdem, porque além de escolher o tema é necessário delimitá-lo, colocar um foco. Temas muito amplos não respondem perguntas específicas.

Por exemplo: eu pretendo fazer um TCC sobre Psicologia, mas é um campo muito abrangente, penso no que, exatamente, eu quero descobrir com essa pesquisa.

Quero falar sobre infidelidade nos relacionamentos. Melhorou? Sim, mas ainda está amplo, é necessário afunilar.

Para deixar o tema bem específico, posso, então, fazer um TCC sobre “As implicações da infidelidade nos relacionamentos contemporâneos”.

OBS: É fundamental escolher um tema que você goste e que irá te motivar na hora de fazer o Trabalho de Conclusão de Curso.

2 – A escolha do orientador

O orientador é o professor que irá te acompanhar na jornada de realização do TCC, desde o auxílio nas etapas básicas da construção do trabalho até o momento da apresentação.

Portanto, é importante que seja um docente com o qual você se identifique. Tão importante quanto isso, é escolher um orientador que tenha conhecimento sobre o tema que você pretende abordar no Trabalho de Conclusão de Curso.

Outro ponto relevante na escolha do orientador é a facilidade de comunicação. Muitos professores são sobrecarregados, exercem múltiplas funções e nem sempre estão disponíveis para responder questões e tirar dúvidas dos estudantes.

3 – O levantamento da bibliografia

Definido o tema e escolhido o orientador, agora é hora de ler, ler e ler mais um pouco. Para fazer um TCC, você precisa pesquisar e absorver o máximo possível de informações sobre o assunto que será trabalhado.

Por se tratar de um trabalho acadêmico, lembre-se de utilizar fontes confiáveis, como livros, periódicos, revistas e demais artigos eletrônicos de caráter científico.

O TCC pode ser feito somente com base em levantamento bibliográfico, como pode incluir pesquisas de campo.

4 – A estrutura e a escrita do texto

Esteja preparado para fazer e refazer o texto, quantas vezes precisar. Existem padrões a serem seguidos para fazer um Trabalho de Conclusão de Curso. Até o dia da apresentação muitas correções poderão ser solicitadas pelo orientador.

A escrita deve ser acadêmica, em 3ª pessoa, com linguagem técnica e impessoal. Os parágrafos devem ter correlação, sem ideias soltas.

A estrutura do TCC inclui: resumo, introdução, revisão de literatura, justificativa, objetivos, resultados e discussão, considerações finais e referências bibliográficas.

As normas da ABNT devem ser devidamente seguidas, como fonte, configuração das margens, espaçamento entre linhas, etc.

O plágio está fora de questão, todos sabem, mas não custa reforçar.

5 – A apresentação do TCC- Trabalho de Conclusão de Curso

Chegou o grande momento! O nervosismo é compreensível na hora de apresentar o TCC.

A dica principal para se sair bem na apresentação do Trabalho de Conclusão de Curso é o domínio do conteúdo.

Você pode demonstrar nervosismo, e isso é absolutamente natural, mas os membros da banca examinadora irão avaliar o seu nível de conhecimento sobre o tema apresentado.

Então, é fundamental estudar, simular apresentações e se preparar muito para esse dia. E lembre-se de que são apenas alguns minutos, depois disso a recompensa é aquela vitoriosa sensação de dever cumprido e autorrealização.

Para saber mais, acesse http://comofazerumtccpassoapasso.com/

Como Fazer Meditação

como fazer meditação

Você tem o hábito de meditar? Conhece os benefícios da meditação? Aprenda como meditar, e saiba de que forma esta técnica pode melhorar sua qualidade de vida.

O que é meditação?

A meditação é uma técnica milenar, procedente das tradições orientais.

As práticas de meditação são muitas, existem diversos tipos e modalidades que variam de acordo com a religião de origem e o objetivo da prática.

Em conceituação mais ampla, meditar é limpar a mente, focalizar a atenção no universo interior, entrar em sintonia consigo, colocar-se em estado de paz e serenidade.

Estamos constantemente em estado de agitação mental, falando, fazendo, pensando, esse ritmo frenético nos distancia de nós mesmos, nos deixa em contínua posição de alerta e em consequente estado de ansiedade.

Permitir-se um momento de silêncio e concentração em si, nos conduz a um nível elevado de autoconhecimento.

Meditar é suprimir as aflições e preocupações que perturbam nossa mente, concentrar-se no momento presente e abandonar a inquietação pelo futuro.

No começo existe certa dificuldade para atingir o estado meditativo, nossa mente se coloca em alerta com qualquer mínimo evento que ocorra no ambiente.

Para meditar é preciso domar a mente, manter-se impassível diante dos estímulos externos. Alcançar esse nível demanda treino e determinação.

 

Quais os benefícios da meditação?

como meditar

Vários estudos científicos já identificaram resultados efetivos com a prática da meditação, tanto de ordem emocional quanto fisiológica.

Meditar vai além de uma prática religiosa ou utilizada para promover a paz interior. Atualmente, após serem validados os benefícios da meditação para a saúde, até mesmo os médicos a prescrevem como tratamento auxiliar.

Entre os principais benefícios da meditação, estão:

  • Promoção de relaxamento físico e equilíbrio psicológico;
  • Diminuição nos níveis de estresse e ansiedade;
  • Melhorias nos quadros de depressão;
  • Melhorias no sono;
  • Aumento da sensação de bem estar;
  • Auxílio no tratamento de dores e doenças crônicas como diabetes e hipertensão;
  • Fortalecimento do sistema imunológico;
  • Combate ao envelhecimento das células;
  • Melhorias na memória;
  • Aumento de desempenho funcional, tanto no ambiente de trabalho quanto no contexto acadêmico, ou em outros âmbitos de vivência;
  • Autocontrole e tranquilidade para resolver os problemas do dia a dia.

Diante de tantos benefícios, cada vez mais pessoas em todo o mundo estão aprendendo como fazer meditação para transformarem suas vidas para melhor.

Como meditar?

Os objetivos da meditação são muitos, cada pessoa tem seus próprios motivos para iniciar essa prática, como por exemplo: encontrar a paz; esvaziar a mente dos problemas; adquirir autoconhecimento; fortalecer a fé; melhorar a saúde.

Cada tipo de meditação envolve mantras e rituais específicos, mas para aqueles que pretendem fazer dessa prática um hábito diário e meditar sozinhos, em casa, não é difícil, basta tomar alguns cuidados:

  • Escolha um lugar tranquilo: principalmente para aqueles que estão iniciando na meditação, é essencial que o local escolhido seja livre de distrações, calmo e silencioso;
  • Prepare o ambiente: deixe o ambiente o mais confortável e agradável possível. Use roupas confortáveis. Se preferir diminua as luzes, coloque uma música suave, acenda velas aromáticas e utilize uma almofada para se sentar;
  • Defina o tempo: para que não haja preocupação com a hora, coloque um alarme para tocar, mas lembre-se de deixar o celular no modo silencioso. Não existe um tempo predeterminado, mas 20 minutos de meditação por dia já podem promover inúmeros benefícios;
  • Mantenha a postura adequada: a posição mais utilizada é a de lótus, com as pernas cruzadas e as mãos sobre os joelhos. O mais importante é sentar-se com a coluna ereta, e de forma que se sinta confortável;
  • Cuide da respiração: a respiração é fundamental para melhorar a oxigenação do sangue e promover o relaxamento. Inspire profundamente e expire vagarosamente;
  • Pratique: não se preocupe se tiver dificuldades em se concentrar no início. A meditação deve ser um processo contínuo, e com o tempo fica mais fácil se desligar dos estímulos externos.

Se você ainda não é adepto da meditação, experimente. Os benefícios são muitos, não custa nada, e certamente irá melhorar a sua qualidade de vida.

Para saber mais acesse: http://comofazermeditacao.com/